Quando sinto saudade, sinto você comigo

A saudade não me deixa dormir, atormenta pensamentos e convida a imaginação a trabalhar.
A imaginar como vai ser, o que pode acontecer, imaginar os pequenos detalhes, aqueles que quando fecho os olhos na tentativa de me desligar da realidade os devaneios surtam de repente na tentativa de me fazer sorrir, é como se eles me dissessem “calma garota, vamos brincar de ser feliz mais um pouquinho”.
Talvez seja porque é hora de fazer o resumo do dia para que ao amanhecer eu acorde sem o peso da saudade.
Mas andamos de mãos dadas, porque sei que enquanto a tenho do meu lado como companheira, tenho você, mesmo que doa toda a dor que a saudade faz doer.

Ler a postagem