O que ela não diz; ela come

 

 

 

www.pexels.com

 

Camila era assim, educada, calma, assertiva em suas palavras, um poço de tranquilidade. Muitas pessoas a julgavam mal, como se ela fosse “ética demais”.

Muitas vezes se questionava se estava fazendo algo de errado, mas ela simplesmente não fazia com os outros o que não gostaria que fizesse com ela.

Aliás, esse era um dos seus lemas de vida.

Emotiva, porém entusiasmada. Sincera, porém doce. Ativa, porém caseira. Grata, porém vívida. Divertida, porém séria. Chorona, porém forte.

Ca, como a costumavam chamar tinha suas ambivalências, mas cada uma completava a outra. Eram nessas ambivalências que ela encontrava equilíbrio.

Equilíbrio, a palavra chave. 

Inúmeras vezes, para cumprir o seu lema (não faça com os outros o que não gostaria que fizesse com você), Ca comia; isso mesmo, ela comia.

Não por fome, mas por vontade de dar uma resposta atravessada, falar umas verdades (principalmente no local que ela trabalhava). Apesar de todas as qualidades que a preenchiam, Ca também é um ser humano.

Ouvia coisas absurdas de seu chefe, o respondia com um largo sorriso no rosto, quando se afastava, estava lá ela comendo um bombom. Ficava sabendo de comportamentos inadequados de uma funcionária insubordinada; estava lá Ca comendo uma deliciosa esfiha. Chegavam aos seus ouvidos fofocas absurdas sobre o setor em que trabalhava; estava lá ela com suas mãos transbordando um sanduíche com queijo duplo.

Era assim que Ca costumava lidar com o que não dizia; ela comia. Comia o que não dizia. Comia os desaforos que ouvia. Comia a falta de ética das pessoas. Comia a falta de caráter também. Ela comia porque se sentia melhor. Comia para ficar melhor consigo, ela sabia da lei da compensação.

Felizes eram os vendedores, desde as pessoas que vendiam lanches na empresa que trabalhava, até o tiozinho que vendia amendoim dentro do ônibus.

Ela não fazia isso por mal, muito pelo contrário. Foi a forma que ela encontrou de lidar com a vida que ela tinha e torná-la mais leve.

 

Comentários via Facebook

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 comentário

  1. The best auto cover companies put on the market more than a low percentage here: http://www.usinsurancereviews.com. They also oath unstinting coverage, open buyer bear out, and a light, opportune claims activity backed near jam-packed financials. Six companies—USAA, Amica, Erie, Geico, Esurance, and Majestic Farm—stood revealed in our judgement, but all 14 of our acme picks are reliable providers quality considering.