Ela é de estações

www.pexels.com

 

Ela é de estações; descobriu que sem o inverno a primavera não floresceria, que a chuva era necessária para regar a terra árida em que seu coração residia. Não porque lá é sua morada, mas digamos que sua hospedagem temporária.

Temporária porque a vida é assim, de fases, estações. Nada perdura quando não tem que perdurar.

O outono vai embora dando espaço ao inverno. O inverno chove para que a primavera floresça e a primavera derrama suas flores para que o verão chegue.

Assim como a natureza dá espaço a ela mesma, ela aprendeu a respeitar e admirar suas próprias estações.

Comentários via Facebook

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.